abobrinha
PRA RIR OU PRA CHORAR?
Com a turma de No Reino das Abobrinhas na Amazon.com
PRA CHORAR DE RIR
Http://www.amazon.com/s/ref=nb_sb_noss?url=search-alias%3Daps&field-keywords=no%20reino%20das%20abobrinhas
ABÓBRINHA
 
FALANDO DISSO.
Ouvir abobrinha, fala a verdade, é difícil. E como tem gente falando, mas comer é fácil e faz bem à saúde. Este fruto do cardápio brasileiro contém niacina, fibras, vitaminas do complexo B, vitamina A, vitamina C, folato, potássio, fósforo, cálcio, sódio, magnésio, betacaroteno e... tcham! Tcham! Tcham!...não engorda!!! Tchaaaaam! Sem dizer abobrinha, ela é de fácil digestão e evita prisão de ventre, é antioxidante, fortalece os ossos, renova as células, faz bem para a pele, desenvolve a musculatura e outros tecidos, ajuda no bom funcionamento do intestino, ajuda a controlar a hipertensão, dá elasticidade às artérias, controla o enjoo, é vermífuga e ajuda a evitar alguns tipos de câncer. É muito usada, por ser de fácil digestão, em papinhas de bebês. Atenção: ela não deve ser cozida por mais de dez minutos para não perder seu valor nutritivo e deve ser consumida com casca. Ou então frita, crua, refogada...enfim, à moda do freguês. Na Itália existem muitos pratos com sua flor. Se achar que estou falando abobrinha pergunte a um nutricionista.
 
 
CHEGOU QUEM ESTAVA AQUI
O redondo mundo gira alegre feito um peão e, num desses giros, o destino quis encontrar parentes distantes separados pelo tempo e pela distância. Assim foi quando Colombo aqui chegou com seu pepino indiano (ver Metrô News no Reino das Abobrinhas de 29/07/2013) e encontrou um parente seu. Já conhecida por incas, astecas, maias e índios do Brasil, a abobrinha já vivia por aqui. Acredita-se que sua origem tenha sido a América Central. Existem achados arqueológicos no México que datam de oito mil anos a.C. A abobrinha, ao contrário de seu parente pepino, que por aqui criou raízes, foi viajar pelo mundo. Essa imigração deu frutos principalmente na Itália, onde ganhou “dupla cidadania” com o nome de abobrinha italiana e inúmeras receitas também com a sua bela flor. Na França é parte de um prato, do séc. XVIII, chamado Ratatouille, que significa ragu grosseiro, e deu nome a um filme da Disney. E foi se ramificando pela Turquia, Espanha, Grécia, Egito... se Colombo nos trouxe muitos pepinos, nós lhe demos em troca abobrinhas.
 
EI, PSIU! SABE COMO CHAMAM O ABÓBRINHA PELO MUNDO?

Itália = zucchini
França = courgette
Espanha = calabacín
Turquia = kabak
Holanda = courgette
Bósnia = tikvica
O nome científico é sempre em latim: Cucurbita pepo

 Te contei? Que no pé de abobrinha tem a flor macho e a flor fêmea? E que a abobrinha na erdade é o ovário inchado da flor fêmea, que chamamos de fruto? Agora tá contado!
Cardápio

Home

Entrada Pimenta Limão   Laranja  Jabuticaba Couve   Goiaba Feijão Espinafre Uva Milho Pepino Quiabo Tomate  Melância Soja   Mandioca Romã   Maçã Chuchu Cereja Cenoura Cebola Café Cajú   Cacau   Beterraba  Berinjela Açaí Batata doce   Banana  Azeitona Ameixa seca Arroz

Alho   Abóboras Abacaxi Abobrinha